top of page

Maio Amarelo: prevenção de lesões da coluna e traumas cerebrais no trânsito

Sociedade Brasileira de Neurocirurgia apresenta a campanha: "Pare, Pense e Prossiga: prevenir acidentes é o melhor caminho"


No mês de maio são destacadas ações em todo o mundo para chamar a atenção da sociedade civil quanto aos números de mortes e acidentes no trânsito. Com o objetivo de reduzir os registros de acidente, que de acordo com o Sistema de Informação Hospitalares (SIH), somente nos anos de 2022 e 2023 geraram custo de 36 milhões aos SUS, o governo lança a campanha: “Paz no Trânsito Começa Por Você”.


A Sociedade Brasileira de Neurocirurgia, por meio do Dr. Marcos Wagner, esteve recentemente com a diretoria da Secretaria Nacional de Trânsito (SENATRAN) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Segundo o médico, a SBN irá liderar uma iniciativa inédita: "Vamos produzir vídeos com neurocirurgiões dando orientações sobre traumatismo craniano, lesões da coluna vertebral e dos nervos periféricos para uma campanha educativa contínua à população", diz.


Segundo dados disponíveis no Sistema de Informações de Mortalidade (SIM), mantido pelo Ministério da Saúde, o número total de mortes no trânsito passou de cerca de 32 mil em 2019 para 34 mil em 2022, último ano com dados.  A Dra. Vanessa Milanese, Diretora de Comunicação da SBN, destaca a necessidade de reduzir os acidentes de trânsito, principalmente de motocicletas. "O motociclista, muitas vezes chega no hospital com traumas na cabeça e coluna, às vezes até nas duas regiões. Nestas situações, o atendimento deve ser realizado o mais rápido possível pois qualquer minuto perdido pode fazer a diferença na recuperação. A velocidade, as distrações ao volante e falta de uso de equipamentos de segurança, como cintos e capacetes, são temas que precisam ser constantemente lembrados", comenta a neurocirurgiã. 


Pare, Pense e Prossiga: prevenir acidentes é o melhor caminho

Para a SBN, é cada vez mais importante promover a conscientização sobre a prevenção de lesões cerebrais e de coluna causadas por acidentes de trânsito, destacando a importância de medidas preventivas e seguras para reduzir o número de ocorrências e salvar vidas. Ainda segundo a especialista: "É preciso coragem, campanhas, investimento e responsabilidade para prevenir e evitar o alastramento desse tipo de trauma que ceifa tantas vidas e dilacera muitas famílias. Mesmo quando a pessoa não venha a falecer ela pode ficar paraplégica, com problemas neurológicos ou até mesmo tetraplégica se a sua medula na região da coluna cervical for muito comprometida. São minutos que podem mudar uma vida completamente", finaliza a médica.


Sobre o Maio Amarelo

Em maio de 2011, a Organização Mundial da Saúde (OMS), estipulou a década para a segurança viária, após números alarmantes sobre mortos e feridos no trânsito. Ao longo dos anos, os países adeptos teriam o objetivo de reduzir em 50% os registros de impactos no trânsito. 

18 visualizações

Comments


bottom of page