Vitória da neurocirurgia: bebês que nasceram conectados um ao outro são separados

Após 4 anos de diversos procedimentos médicos, os gêmeos siameses Artur e Bernardo, que nasceram unidos crânio e pelo cérebro, foram separados em uma cirurgia de elevadíssimo grau de complexidade em um hospital do SUS da cidade do Rio de Janeiro.


Este tipo de caso é muito raro e em uma proporção de 1 caso para 2,5 milhões de bebês nascidos vivos. O responsável pelo procedimento cirúrgico foi o neurocirurgião pediátrico Gabriel Mufarrej, que acreditou que seria capaz de separar os dois bebês para assim eles terem uma vida normal.


Você pode conferir a reportagem completa clicando aqui.

95 visualizações