SBN Ped reforça o projeto “Se Liga no Cinto”


Especial para a campanha nacional Maio Amarelo, para segurança no trânsito, a entidade reforça suas ações de proteção à vida. Confira as informações


Lesões e mortes ocasionadas no trânsito são um parâmetro importante de violência. Ausência de comportamento preventivo remete a um descaso social, demonstrando a necessidade de sensibilização socioeducativa; através de mudanças de comportamento e adoção de novos hábitos. Crianças e jovens em idade escolar estão em fase de formação moral e conceitualmente estão mais sensíveis às mudanças e atentos às consequências de atitudes irresponsáveis, absorvendo novos conceitos com mais facilidade, sendo importantes agentes influenciadores de opinião. O Projeto Se Liga no Cinto foi idealizado pelo Departamento de Pediatria da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia Pediátrica em 2018/2019, contando com apoio de entidades educacionais, instituições e meios de comunicação difundindo informação acerca da necessidade do uso adequado do cinto de segurança e de equipamentos de contenção em veículos; promovendo informação e formação de crianças e de jovens que serão os futuros condutores, de forma clara, lúdica, visando um trânsito mais seguro.


Apesar da obrigatoriedade, a resistência ao cumprimento das leis, aliada à negligência em relação ao uso sistematizado do cinto de segurança por todos e da adequação de equipamentos de contenção próprios para crianças, em veículos, faz do Brasil um recordista em número de mortes e lesões graves causadas por acidentes de trânsito. A sociedade tem um papel importante na vigilância do cumprimento das leis e na manutenção de um convívio saudável e seguro, menos punitivo e mais educativo. O projeto tem buscado se tornar referência discutindo questões acerca da violência no trânsito, sensibilizando jovens através de textos, palestras e encontros em instituições de ensino, além de disponibilizar um canal eletrônico de fácil comunicação. Trata-se de um projeto cujas ações buscam a informação, a formação pessoal e social e a conscientização da importância de atitudes responsáveis, fazendo o jovem refletir sobre o impacto das mudanças de comportamento na redução da violência no trânsito.


A construção de novos comportamentos dá-se por informação adequada, difundida de forma clara e pela ampla divulgação por órgãos e pessoas capacitadas, que têm liderança e proatividade. Se Liga no Cinto tem caráter inovador por fazer da criança e do jovem em idade escolar, que hoje são conduzidos no trânsito, agentes participativos e sensibilizadores dos demais ao seu redor, visando um novo conceito de prevenção de acidentes e de redução da violência no trânsito, através da formação inovadora dos futuros condutores do nosso país, seja por meio de oficinas de educação de trânsito, seja através de recursos tecnológicos de realidade virtual e de mídia digital. A possibilidade do jovem ser um agente formador e modificador de conceitos em relação ao comportamento no trânsito pode despertar um conceito mais amplo de cidadania, demonstrando sua capacidade de atuação e aumentando seu senso de responsabilidade, além da auto-estima.


A abrangência do projeto é ampla, pois está vinculada ao exercício pleno da cidadania que se deve incutir cada vez mais nas novas gerações. Estudos desenvolvidos por órgãos internacionais, como a Safe Kids Worldwide, apontam que grande parte das lesões e mortes causadas por acidentes envolvendo crianças e adolescentes poderia ser evitada. Num mundo globalizado, aprender sobre prevenção de acidentes e violência no trânsito, transcende algo restrito a uma determinada população. Se Liga no Cinto tem fácil aplicabilidade nas escolas e instituições de ensino, abrangendo também ações em locais públicos como parques, praças e ruas. É um projeto cujos primeiros dados já estão disponíveis, tendo grande capacidade de reprodutibilidade à medida que novas ações sistematizadas forem sendo realizadas.


A atuação junto ao público infantojuvenil foi realizada através de recursos do tipo multimídia. Crianças e jovens têm grande empatia por recursos audiovisuais e estes são bem aceitos no âmbito escolar, onde o projeto tem sido desenvolvido. O desenvolvimento de vídeos educativos permitiu que a proposta do projeto fosse alcançada. Os vídeos foram disponibilizados no canal do Youtube e a introdução de “bonecos” em vídeos tem sido bem aceita, sobretudo pelo público infantil, aumentando a empatia e a memorização da informação que lhe foi passada, consolidando o projeto Se Liga no Cinto nos meios digitais.


Conheça melhor o projeto Se Liga no Cinto

https://sbnped.com.br/pt/sbnped/projetos/se-liga-no-cinto

https://sbnped.com.br/pt/sbnped/projetos/maio-amarelo



Ricardo Santos de Oliveira

Coordenador do Departamento de Pediatria - SBN



*Com informações da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia Pediátrica

Maio de 2021

27 visualizações