Congresso Brasileiro de Neurocirurgia (CBN) ocorreu em João Pessoa e foi um sucesso

Congresso Brasileiro de Neurocirurgia (CBN) ocorreu em João Pessoa e foi um sucesso


O Dr. Stenio Sarmento, presidente do evento, faz um balanço de como foi o congresso de 2022


Devido à pandemia da COVID-19, o evento foi adiado duas vezes, sendo realizado 4 anos após o último CBN, em Porto Alegre, em 2018. Todos estavam ansiosos por esse acontecimento e tínhamos expectativas de que poderíamos organizar e realizar um bom congresso, entretanto, pelo depoimento dos colegas neurocirurgiões, dos residentes e dos acadêmicos presentes – foram centenas de manifestações positivas e de elogios – superamos todas as expectativas e nesse momento, gostaria de fazer um pequeno balanço do congresso.


O espaço dos estandes no Centro de Convenções estava integrado às salas das palestras científicas, permitindo que a indústria, a qual nos apoiou de uma forma extraordinária, pudesse ser visitada desde o primeiro dia do pré-congresso – uma oportunidade para os congressistas conhecerem as novas tecnologias.


Nos primeiros dois dias do CBN 2022, fizemos o maior curso prático da história e o primeiro realizado em um laboratório construído dentro de um centro de convenções, contemplando 113 participantes que puderam: treinar em cadáver, acessos supratentoriais, infratentoriais, cirurgia funcional (epilepsia, dor e espasticidade) e acessos à coluna vertebral. Simultaneamente, nesses dois dias, outros inscritos participavam dos cursos pré-congressos teóricos-práticos, treinando várias técnicas cirúrgicas em simuladores.


Na noite do dia 22, tivemos um coquetel, seguido da abertura oficial do evento, incluindo atrações que encheram os olhos dos presentes. No terceiro dia, demos início às conferências magnas – palestrantes estrangeiros falaram sobre temas relevantes nas diversas áreas da neurocirurgia –, e no mesmo dia, das 9h50 às 14h, foi uma verdadeira imersão em conhecimento neurocirúrgico, em cada um dos departamentos da neurocirurgia, sendo fornecido um lunch box, para que todos não necessitassem sair das salas.


Em seguida, vieram as sessões de discussão baseada em casos clínicos - um ponto relevante do CBN 2022. Finalizando o terceiro dia, ocorreram as mini-conferências dos trabalhos enviados, enquanto os posters já estavam expostos. À noite, prestigiamos todos os palestrantes nacionais e estrangeiros com um belo jantar - 400 pessoas usufruíram de um ambiente alegre e acolhedor, no Paço dos leões. No sábado, dia 23, foi um dia inteiro de conferências magnas, e, pela manhã, ocorreu o simpósio CNS, em que o estado da arte nas diferentes áreas da neurocirurgia foi apresentado.


A noite do sábado foi a vez da festa de confraternização; não me lembro quando tivemos um evento em que tantos colegas neurocirurgiões, tantos residentes e acadêmicos confraternizaram de modo tão alegre e espontâneo. Foi uma noite que ficou marcada na vida de cada um. Até a chuva que ocorreu e que poderia atrapalhar a festa, na verdade, se transformou em uma aliada, pois aproximou mais ainda as pessoas em um aconchego que há tempos necessitamos.


No dia 24, último dia do congresso, pela manhã, encerramos as atividades científicas com 10 conferências magnas. Assim, conseguimos cumprir aquilo que prometemos desde o ano de 2016, quando João Pessoa foi eleita para sediar o evento mais importante da neurocirurgia Brasileira, o CBN. Entregamos uma programação científica robusta, com ênfase no ensino e na aprendizagem e uma programação social para interação e integração entre os colegas.


Além disso, a cidade de João Pessoa estava maravilhosa, linda, limpa e organizada. O centro de convenções, com sua estrutura pujante, permitiu um ambiente extremamente favorável ao aprendizado, à atualização neurocirúrgica e, sobretudo, à formação neurocirúrgica. Foram 1570 inscritos e 824 trabalhos enviados (um recorde).


A taxa de inscrição foi 30% mais barata que o evento anterior, e, mesmo assim, o CBN conseguiu trazer substanciais dividendos para a nossa SBN, mas, sobretudo, o evento valorizou muito a marca SBN. Finalmente, é importante enfatizar que esse foi o congresso de menor custo dos últimos tempos, fruto de um trabalho vigilante e persuasivo junto aos fornecedores.


Gostaria, mais uma vez, de agradecer aos demais membros da comissão executiva, da comissão científica e dos trabalhos científicos, a todos os patrocinadores, à empresa organizadora CCM e, claro, aqueles que compareceram ao evento, prestigiando a SBN. Quem não pôde vir, só nos resta lamentar a oportunidade perdida, mas logo nos veremos no CBAN deste ano e no CBN 2023.


Muito obrigado e um grande abraço.


Ass: Dr. Stenio Sarmento, presidente do CBN 2022.

295 visualizações